Seguro automotivo veja como funciona

Seguro automotivo é motivo de muitas dúvidas, onde consumidores tem a respeito do seguro automotivo.

Afinal de contas quem nunca teve alguma dúvida ou uma discordância que seja acerca desse tema.

O advogado Expedito Dantas é o convidado desse artigo para explicar sobre seguro automotivo, isso pra tirar as nossas dúvidas e ajudar a entender um pouco melhor sobre esse assunto.

Quando fazemos uma boa abrangência sobre o tema o que se deve então observar ao se fazer você se assinar um termo de seguro automotivo.

Em primeiro lugar devemos lembrar que o contrato de seguro automotivo ele está vinculado a uma relação consumista e uma relação de consumo, devido a isso ele está sujeito às normas do Código de Defesa do Consumidor.

Como o seguro automotivo deve ser calculado

Para ter essa resposta temos que levar em consideração, qual é exatamente o valor da franquia. Vamos já inclusive explicar esses termos que é calculado para se chegar ao valor final tanto do prêmio quanto da franquia.

Quando uma pessoa contrata o seguro automotivo ele submete as pessoas o contratante ao preenchimento de um formulário, bastante abrangente e detalhado.

Por exemplo os detalhes pessoais de qual é o sexo da pessoa que está contratando. Informar sobre a idade da pessoa, além do local onde ela mora o bairro se outras pessoas vão dirigir o veículo com que frequência.

Lembrando que apenas a pessoa que está dirigindo o veículo, pode de fato responder sobre o contrato. Tudo isso serve de critério para a seguradora poder precificar então o valor do frete que é o valor que ela paga.

Os critérios de um seguro automotivo tem toda base nessas informações que são prestadas. De acordo com o risco que envolve se fazer o seguro daquele veículo.

Saiba os prêmios mais comuns ao contratar um seguro automotivo

O advogado ainda explica a respeito do prêmio, ainda quel é o valor mensal que você paga o seguro automotivo.

Quando já temos esses critérios de precificação que ele adota por conta desse questionário que é preenchido, onde a franquia é o valor base que você paga pra poder fazer com que o seguro preste serviço.

Nesse caso seria pelo qual você contratou, então existe também o seguro obrigatório que todo todo motorista todo proprietário de veículo automotor paga também.

seguro automotivo otimas dicas

Existe alguma diferença entre seguros de empresas e privadas

Ambos os seguros mencionados são distintos. O seguro denominado BP vale o seguro obrigatório que é uma obrigação legal, esse por força de lei todo proprietário de veículo automotor tem que ter que pagar.

Uma relação contratual normal é feito agora, então trazer alguns exemplos de caixa de questionamentos que surgiram de leitores.

Essas dúvidas todas que trazem até nós o nosso amigo, doutor Expedito Dantas para esclarecer o que acontece nesses casos.

O primeiro de todos eu bati em outro veículo que eu devo fazer?

Lógico que a primeira coisa seria de efetuar um registro de ocorrência e você de imediato acionar a seguradora para que ela possa tomar providências de acordo com a contratação serviço.

Devemos incluir a questão do reboque e pagamento dos danos que foram causados ao veículo do segurado e o veículo.

Se for o caso da cobertura de terceiros o carro reserva, que é um carro que você é colocado à sua disposição.

Puxado pela seguradora e por conta daquele período que você vai ficar sem ter o seu veículo disponível porque ele está sendo consertado.

Dentro dessa situação por exemplo, temos também uma outra questão que é o segurado a pessoa que assinou o que possui um contrato de seguro.

Nesse caso se ele assumiu a culpa pelo acidente no lugar do outro motorista que por sua vez não tem seguro.

Devemos analisar essa situação pois isso é permitido ou não, podendo caracterizar uma fraude contratual.

Pense comigo isso porque acima de tudo tem que existir uma fidelidade uma transparência, ou uma retidão por parte do segurado que o contrato de seguro automotivo.

Contudo por conta da seguradora que está oferecendo aquele serviço então o consumidor tem que ser fiel àquela situação que ele expôs para a seguradora.

Ele no ato da contratação diz e se declarou espontaneamente que somente é ele quem dirige o carro ou então se um terceiro também dirige o carro que ele está submetido ao seguro.

Agora em qualquer hipótese ainda que exista a previsão contratual dele cobrir um automóvel onde o contratante tenha declarado que um terceiro também pode eventualmente vir a dirigir seu veículo.

Mas que no momento do acidente não era um terceiro e sim o próprio contratante ou numa situação inversa, ele declarar algo diferente disso ele está cometendo uma fraude contratual.

Qual tipo de indenizações oferece a cobertura de seguro automotivo

Esse tópico é interessante pois responde inclusive a nossa próxima pergunta, que era exatamente essa:

Eu emprestei o meu carro para um amigo e houve um acidente e agora?

Avalie da sequinte maneira, nesse caso se haverá indenização. Pensando nisso a gente vai tentar aproveitar e já emendar com mais uma pergunta, que era de se fazer o seguro que é usar o veículo para trabalho.

Um acidente de fim de semana na estrada indo para a praia

Nesse caso o contratante está coberto pelo seguro, tem todos os direitos que estão no contrato efetuado?

E tudo tem que ser regido acima de tudo pelo bom senso. Existe uma situação que você está no caso de algum consumidor de alguma pessoa que tenha dúvida sentido dela reside no condomínio e ela declara que o veículo esteja sempre ali.

Seja guardado dentro do condomínio e por conta de uma reforma na garagem sempre pintada alguma coisa assim.

Aquele dia o carro que estou me fora e naquele dia o carro sofreu um sinistro.

Então foi roubado e o seguro não pode simplesmente por conta disso porque você declarou que tocava sempre na casa nesse dia estava fora.

Foi uma situação esporádica que estava fora como você podia estar na casa de um parente de uma namorada em viagem onde o carro teve que dormir fora e o seguro é meu obrigado.

Então em resumo pra não passar por nenhum problema prestar atenção em cada linha do que exatamente exatamente.

Outra questão que surgiu também em relação aos veículos adquiridos em leilões é fichinha. A previsão é bem dura.

Uma dúvida frequente nos consumidores. Assim adquirir um veículo ou através de leilão e a seguradora se negou a proceder a cobertura disso.

Isso daí como falei é uma relação de consumo está feita pelo consumidor e tem um artigo específico o artigo 39 salvo engano, o inciso nono que diz que uma vez sendo oferecido um produto ou serviço e você como consumidor está disposto a pagar aquele preço não há porque haver essa recusa na cobertura.

Não obrigada assim por força de lei no caso o CDC a cobrir o seguro de um automóvel que tenha sido adquirido.

Como fazer uma cotação de seguro automotivo

Para obter a melhor cotação de seguro automotivo, deverá estar atento a vários fatores que foram discutidos nesse artigo.

Um deles é observar a companhia de seguros se não existem reclamações, isso voce consegue pesquisando através do Google.

Fique atento para não ser enganado e na hora que precisar usufruir dos serviços, ter uma desagradável surpresa.